LP - Combatente

BAIXAR

O “boot” mais pesado, me fixa ao chão
Alucinado, mente afoita, caminho na contra mão
Meu sonho é macabro, mas meu corpo corresponde
O bater dos ferros, sacia a minha fome

Eu sei quem tá do lado, e também sei quem não
Cabeça baixa, vou focado, silêncio: A ORAÇÃO
Sei quem aperta minha mão, com outra intenção
Na minha frente quer meu bem, pelas costas eu sei que não

Mas isso fortifica, vocês saram minhas feridas
Alimentam meu ódio, acelaram minhas batidas
Meu olhar diz tudo, pra quem não quer dizer nada
Cumprimento de cuzão, que nem olha na minha cara

Calculando minha rotina, pé atrás, corpo na frente
Preparado na minha mente, contra golpe de serpente
Minha ambição é uma só: derrubar qualquer barreira
Controlando as emoçoes, para que eu não padeça 

Meu peito quer gritar, mas minha boca ta fechada
Meu desejo é sucumbir, ou destruir só com facada
To cansado, to exausto, fugindo de sentimentos
Estou focado em prosperar, ludibriando meus tormentos

Só o ferro me alivia, me completa e compreende
Vocês são muito fracos, pra acompanhar a minha mente
Então olha e aprende, entende meu raciocinio
Enquanto vocês se matam, escrevo esses versos sorrindo 

Um LHC, com a potencia nuclear 
Eu cansei de esperar, então vou realizar
Não tenho concorrente, não possuo aliado
Voce já viu ter concorrencia, com um lider de mercado?

É engraçado, todo mundo é seu amigo
Fama, poder, status, te torna mais atrativo
Mas eu tenho o pé no chão, toda essa merda é ilusão
Tocar no iphone é o caralho, eu vou tocar teu coração

Pega minha visão, se concentra, pouca emoção
É muita prova de amizade, pra muito cuzão
Tem os que apertam sua mão, fingem ser de coração
Tenha a mente aberta, amplie o campo de visão

Meu traje me descreve, vai além de um combatente
Muito mais que parecer, é ser, me compreende?
Não se engane, não se zangue, o mundo não perdoa
Confiar é um sentimento que minha mente não retroa 

Nenhuma ação se faz atoa, todas elas tem reação
A todo instante vão tentar, captar sua emoção
Então fecho minha cara, coloco os meus fones 
E toda merda que me cerca, por alguns segundos some

Sensação de liberdade, alivio e mente sã 
Não vim pra ter fama, ou conquistar só mais uns fã
Vai muito além do seu esperado, foge do seu padrão
A cada verso uma surpresa, eu mudo sua emoção!

Então deixa eu caminhar, tenho muito o que fazer
Enquanto vão me julgando, vou entendendo o “porque”
Geralmente o brilho cega, não faço parte da treva
Parasita que não soma, enfio facas na sua goela!

Me fecho em minha mente, frio e calculista
Marcas não são da guerra, são marcas de conquista
Honrando o que eu sou, está no meu DNA
Do tormento que eu vim, vai ser dificil me parar..

Faça seu comentário :)

comments

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest