Close - Coração de Pedra [Triplo-G]

E o meu coração de pedra confesso que nunca quebra
Esse amor adormecido nenhuma puta desperta
Talvez uma mina certa consiga provar o contrario
E o amor tenha sentido nesse meu vocabulário

A vida me fez assim eu não tenho o dom de amar
Promessas de amor eterno se perderam ao mar
Já confiei naquela mina que me prometeu o mundo
No conta da alma gêmea, nos planos de crescer junto

A dor da decepção penetrou meu coração
Congelou meus sentimentos mudou minha percepção
A falsidade possuiu aquela grande maioria
em troca de favores eles forçam simpatia
O interesse aqui impera transparência está escassa
E aquela que era santinha se tornou devassa
Desprovida de pudor objeto sexual
Tua bunda tá mais grande do que tua moral

Eu me tornei tão frio eu fui moldado assim
Acreditei no amos, mas não sorriu pra mim
Aprendi a lidar com esse rancor sem fim
E o que era flor se tornou capim (2x)

A vida é um labirinto fora de compreensão
Onde planto lealdade e colho ingratidão
Coração que bata pra que eu continue vivo
Se batesse por amor eu já teria morrido
Pra continuar sorrindo eu não preciso de ninguém
Depender de outra pessoa é algo que não convém

As putas que estão na pista só querem te usar de escada
Embalagem surreal mas por dentro não resta nada
Trancada a seta chaves exprimem falsa paixão
Mas a chave de um camaro abre qualquer coração
Elas não querem quem tu é, elas querem o que tu têm
Vire o sheik do arem, seus porta nota de cem
A maquiagem só desfaça tua personalidade
É sombra blush e pó e um pouco de falsidade
Ela age na malandragem caráter fica de lado
Ela só sai com você se o carro for importado

Eu me tornei tão frio eu fui moldado assim
acreditei no amor, mas não sorriu pra mim
Aprendi a lidar com esse rancor sem fim
E o que era flor se tornou ou capim (2x)

E hoje te confesso é foda li dar com isso
Me tornar inabalável se tornou um compromisso
Adrenalina sobe me deixando sem noção
E hoje eu sinto nojo onde senti paixão
Problemas emocionais cada vez aumentam mais
Não me entrego nem arrego e sigo sem olhar pra trás
Traçando minha caminhada quebrando vários critérios
O amor constrói castelo mas meu ódio ergue império

É isso que fortalece alguém que não ver a luz
Distúrbios são ocultados embaixo de um capuz
Coração foi pisoteado e a solidão me acolheu
Meu eu de antigamente no presente já morreu
Compaixão não tenho mais, prefiro guardar rancor
No meu peito existe ódio sem espaço pra amor
O mundo foi criador da frieza que me habita
Agora vai ser assim até o resto da minha vida

Eu me tornei tão frio eu fui moldado assim
Acreditei no amor, mas não sorriu pra mim
Aprendi a lidar com esse rancor sem fim
E o que era flor se tornou capim

BAIXAR

Faça seu comentário :)

comments

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest